31 de maio de 2009

Ninho de Poetas

Os colaboradores(as) deste espaço têm enviado muito e bom material para publicar.

Como a rubrica é semanal, respeitamos a ordem de chegada dos poemas ao nosso endereço clubedojornal@gmail.com.

Hoje publicamos mais um poema da autoria da Joana Santos do 92E.



AUSÊNCIA

Não vou dizer que preciso de ti, porque, infelizmente, não posso precisar.
Não vou dizer que gosto de ti, porque tu não mereces meu amor.
Não vou dizer que não sofri,
porque ao contrário de ti, não tenho medo de ser feliz.
Não vou dizer que o mundo é cruel, porque eu tenho certeza que para ti ele será pior.
Não vou dizer que achei normal, porque para mim a sinceridade é fundamental.
Não vou dizer que não chorei, embora tu não mereças.
Não vou dizer que sinto saudade. Sentir saudade do que nunca foi meu….de facto, seria patético.
Não vou dizer que te odeio, mas contigo a minha consideração não existe mais.
Não vou dizer que não estou triste, mas a decepção é ainda maior.
Não vou dizer que é fácil escrever isto, mas esquecer-te é mais difícil.
Não vou dizer mais nada. Quem não merece a minha consideração nunca merecerá meus sentimentos e, tão pouco, as minhas palavras.

Joana SantosTurma 92E - CEF – Assistente Administrativo

2 comentários:

Cristina Bernardes disse...

Esta iniciativa é de louvar. Parabéns.

Anónimo disse...

lindo!
continua assim pois escreves bem...
liberta o que te vem na alma..
liberta o espirito de poeta mas deixes te apagar em profundo plano...