18 de fevereiro de 2011

Oficina de Escrita - Português-10º Ano

 Texto de Apreciação Crítica

 Imagem daqui

     Quando a biografia de John Grogan me foi recomendada não tinha grandes expectativas acerca da mesma. Confesso que, para mim, “Marley & Eu” era apenas mais uma história, de mais um animal. No entanto, sou levada a admitir que este foi dos melhores livros que já li.
    Trata-se da história da vida de John Grogan, conhecido colunista, com Marley, o seu labrador retriever. São as aventuras e emoções que este animal concede à sua família que “prendem “ os leitores. Marley roía tudo o que aparecesse à frente, roubava roupa, destruía paredes e tinha o dom de levar os donos à loucura. Mas nem com este comportamento ele deixa de ser amado por todos. Marley morre com 14 anos, deixando a família desolada mas também uma lembrança eterna no coração dos seus donos.
     O que o torna um bom livro é o facto de o autor retratar todo o amor, toda a lealdade, carinho e toda a alegria da sua vida com o cão. É o facto de nos mostrar que, muitas vezes, é um simples ser de quatro patas, e que se baba para cima das pessoas, que nos mostra que são as coisas mais simples e os pequenos acontecimentos diários que tornam a vida espectacular. O que o torna um bom livro, capaz de amolecer até quem não gosta de animais, é, ao fim ao cabo, o autor falar das suas vivências com o seu fiel amigo. Sem tirar sem pôr: é mostrar que o amor de um cão pode fazer de nós pessoas melhores, pessoas mais felizes.
    Como diria Grogan “um cão não se interessa em saber se somos ricos ou pobres, educados ou iletrados, burros ou inteligentes. Dêem-lhe o vosso coração que ele dar-vos-á o seu”. E é bem verdade!

Márcia Poeta, nº 17, 10º C

5 comentários:

Cristina Ribeiro disse...

boa opinião pessoal sobre o livro :)

de facto, "Marley & Eu" é sem dúvida um livro emocionante devido a toda a amizade e amor que existe entre o cão e a sua família.

parabéns Marcinha <3

Márcia disse...

Obrigada Cristina, beijinho :)*

João T. disse...

Bom texto, Márcia! Depois desta apreciação vou, de certeza, ler esta obra com bastante mais entusiamo.

Daniela Canário disse...

Adorei como descreveste este amor entre o a sua família e o cão . Bastante comovente Márcia :D

beijinhos e continua assim.

Rute Esteves disse...

Oh Márcia esta fantástico muitos parabéns :)
Continua assim, ou melhor!
Beijinhooo*