10 de abril de 2008

Roma, ti amo



Tudo começou na madrugada do dia 1 de Abril. Alunos do 9º ao 12º ano de diferentes áreas da nossa escola partiram numa viagem de quatro dias à Cidade Eterna organizada pelo departamento de Artes Visuais. O reduzido número de inscrições levou mais uma vez à abertura destas a toda a escola, sendo o número de discentes 26 no final. Estes fizeram-se acompanhar pelos professores João Boléo, José Manuel e Ana Fidalgo.
A viagem correu muito bem, sem percalços de importância maior, aproveitando todos ao máximo do que Roma tinha para lhe oferecer, desde os monumentos a céu aberto e os museus à gastronomia e compras. O ambiente foi de harmonia e divertimento, a par de uma profunda admiração pela grandeza cultural da cidade. Embora nem todos os alunos pertencessem à área das Artes Visuais, podemos afirmar que conseguiram satisfazer as suas expectativas, apreciando a visita ao sabor do clima mediterrânico e dos edifícios pintados em cores quentes.
Os dias foram exaustivos uma vez que o grupo invadiu uma grande quantidade de locais, inclusivamente as famosas atracções da cidade, como o Colosseo, a Fontana di Trevi, a Scalinata della Trinita dei Monti, o Forum ,o Pantheon ou a Via del Corso. Houve ainda oportunidade de visitar a Cidade-Estado do Vaticano, onde puderam apreciar um dos museus mais ricos do mundo – Museus do Vaticano -, a Basílica e Piazza de S. Pietro e a Capella Sistina, que para os amantes do Renascimento foi o apogeu da visita, já que está completamente pintada por Michelangelo e inclui o famosíssimo “A Criação de Adão”. A Campos Melo marcou ainda presença na Galleria Nazionale d’Arte Moderna, que exibia obras do início do séc. XIX até às vanguardas do séc. XX, o Castel Sant’Angelo e a Piazza Navona, entre muitos outros.
À maneira do que tem acontecido em anos anteriores, conjecturou-se acerca da visita do ano seguinte, que provavelmente será a Amsterdão, embora Berlim e Praga também sejam escolhas pertinentes.

3 comentários:

românica disse...

ROMA = AMOR
Belíssima viagem e texto a condizer.
Que inveja (da boa)!

outro invejoso disse...

Mas qual viagem de finalistas! Alguém no seu juízo perfeito troca Roma por LLorets!

Anónimo disse...

Parabéns a esses professores fantásticos, que são capazes de sair da escola, acarretar com essa responsablidade toda e ainda ... com o sorriso sempre na cara.
Eu sei ... fui um felizardo de os ter como meus professores e amigos, sim, porque os tenho como tal.
Saudades daqueles momentos!
André Carrola