30 de abril de 2008

Afinal, o que são mitras?

Não resisto... a puxar para post um comentário a «XII Sarau-Parte II», uma entrada aqui mais abaixo, sobre o MISTÉRIO DOS/AS MITRAS...
Nestes tempos tão conturbados, valha-nos a criatividade e o bom humor!

Obrigada Janita, por todos os comentários e por este em particular.

.

.


Pois bem, meus senhores, vou desvendar o mistério: mitras são como divãs...não, não é nada disto, as dunas é que são como divãs. Mitras são como cerejas...não, não, também não é nada disto, as palavras é que são como cerejas. Já sei, mitras são o que o homem quiser...ou isto é mais sobre o Natal? Parece-me que agora é que é: Batem leve, levemente, como quem chama por mim. Serão chuviscos, será gente? Pelo sim, pelo não, fui ver e ... alma minha, quão triste ficaste naquele doce desalento, mas desamparado tormento de as mitras não encontrares. Pois é, afinal there was another... mas mitras não eram certamente e os chuviscos não caem assim.

Que fique aqui e agora lançado o apelo: alunos da Campos Melo, alunos do concelho da Covilhã, alunos do Distrito de Castelo Branco e, porque não do País inteiro(?), UNI-VOS E PROCURAI AS MITRAS.
Professores, pais, encarregados de educação, senhores funcionários VAMOS AJUDÁ-LOS A ENCONTRAR AS MITRAS. Colegas do clube do jornal MANTENHAM VIVO ESTE APELO. UMA MITRA HOJE, UM SABER PARA O FUTURO.
As mitras não escaparão e nós não arredaremos pé! A luta continua: vamos trazer as mitras para a rua!

6 comentários:

Iron Man disse...

Aqui vai uma: (Clássica)

http://pt.wikipedia.org/wiki/Mitra_%28mitologia%29

Aqui vai outra
(Pós Moderna)eheheheh!!!

http://bezouro.blogs.sapo.pt/arquivo/106040.html

Qual das muitas mitras se escolhe para a dissimulação do real?

Irina Palm disse...

Aqui vai uma "suprema definição":

http://scapegoat.blogs.sapo.pt/9493.html

Uma sinopse:

"O “Mitra” é mais uma aberração – uma espécie de “grunho” da cidade; uma mistura entre o “dread” e o “beto”, com aquela típica mentalidade do “Yo, os meus sóxios du bairruh vão ti limpar o xebuh.” e apetites pelos géneros musicais “House”, “Hip-Hop”, Techno, Kizomba, Pop e R&B ou de qualquer coisa que passe na maior imbecilidade que a globalização nos trouxe – a MTV. Podem ser facilmente encontrados em grupos, em discotecas, centros comerciais, bares, estações de comboio/autocarros, zonas frequentadas pela juventude ou então num qualquer beco, a dar biqueiros a um puto, com metade do tamanho deles, para ele lhes “orientar unx trocux/o telemóvelzinho”. Roubam pelo puro prazer de roubar, só para o estilo, numa tentativa de imitar a popularizadas culturas do “tunning” e/ou a afro-americana dos bairros, guettos, gangs, hip-hop e todas as restantes áreas relativas a esta temática. Têm por isso tendência para formar pseudo-gangs, com o intento de imitar os filmes made in U.S.A. e a dizerem-se “pexoal duh bairruh/guettuhh”, mesmo que morem numa moradia de luxo em Cascais, ou no meio de uma qualquer aldeia onde são o único gajo com menos de quarenta anos.” (...)

janita disse...

Uma dica "desambiguadora"(!!!): --------------------------------------------------------------------------------

Mitra pode referir-se a:

Mitra - ornamento de bispos cristãos
Mitra - jurisdição de um bispo, arcebispo ou patriarca
Mitra - divindade persa, indiana e romana
Mitra - empresa brasileira fabricante de jogos de tabuleiro

Anónimo disse...

Nem mais um Mitra para as colónias!!!

Vamos à procura deles na cidade!

ritoocas disse...

na minha terra, os mitras são aqeles cromos que andam de meias por cima das calças, bonés e coisas desse genero ..

viva a janita e viva este apelo !

mitras, venham eles !

ritoocas disse...

aah, e ó janita, também existe uma marca de sacos de plastico, daqueles transparentes com fecho (sabes?) ... que dão um jeitaço quando nao qeres virar o que esta la dentro tudo cá pra fora, que se chama mitra...

viva a esc melo !